Home Produtos Empresa O Mundo Inflável Suporte Contato
Coberturas Infláveis e Linha Promocional
  Contato     Linha de Produtos     Dúvidas     O Mundo Inflável  
Atendimento, Vendas e Locações,
Ligue:
(11) 2255-1274
• Coberturas e Galpões Industriais
• Infláveis Promocionais.
Como enviar arquivos, principais dúvidas e manuais.
Como e o que fabricamos, a mídia, o inflável e links.
  EMPRESA - CASOS DE SUCESSO - SESC ARES E PENSARES
  Linha Pro
  Coberturas Industriais
 
 
 
Evento apresenta cerca de 80 atrações divididas entre artes visuais, teatro, dança, música, literatura, cinema e cultura digital. Atrair a perspectiva do público para tempos e espaços diferenciados, sem a influência do frenético ritmo das metrópoles, é o desafio proposto pela Mostra SESC de Artes - Ares e Pensares, que acontece entre os dias 29 de outubro e 10 de novembro, em todas as unidades do SESC. Estão programadas para o evento cerca de 70   atrações - divididas entre artes visuais, teatro, dança, música, literatura, cinema e cultura digital - que desenham um panorama conceitual e visual sobre a criação artística atual . O evento oferece ao público paulistano a chance de conhecer atrações internacionais inéditas, novos trabalhos de grupos que já se apresentaram no SESC, pré-estréias e retrospectivas. Serão utilizadas inclusive unidades em fase de construção ou não ocupadas totalmente, como Santana, Dino   Bueno e 24 de maio. Nesses lugares estarão os trabalhos inéditos de Leda Catunda, Arthur Lescher, Oscar Oiwa Satio e dos japoneses Yayoi Kusama e Isuru Kasahara . Além destas obras, infláveis de Andy Warhol, de 1966, Amélia Toledo, Risa Sato e do grupo inglês Architects of Air provocam uma mudança no visual das unidades do SESC e da própria cidade - alguns trabalhos serão expostos no Vale do Anhangabaú e no Parque da Independência.
 
 
Além dos artistas plásticos que participam do evento, uma série de apresentações musicais e teatrais, espetáculos de dança, exibição de filmes e atividades ligadas à literatura - distribuídas por todas as regiões da Capital - convocam o público a um   dinamismo interno, contrapondo-se ao "frenesi" urbano por meio da pausa, do intervalo, da reflexão. "A Chr(39)Mostra SESC de Artes - Ares e PensaresChr(39) sinaliza a programação idealizada e praticada pela nossa instituição. A   diversidade contemporânea do pensar poético, reflexível e a fruição das artes da atualidade sustentam as características desta realização", afirma Danilo Santos de Miranda, diretor regional do SESC de São Paulo.
 
 
CASA INSTANTÂNEA
 
Valeska Pescke A artista aproveita a idéia das casinhas de brinquedo infantis para, por meio de uma casa inflável, tratar do histórico crescimento acelerado das grandes cidade, onde sonhos e desejos são apressadamente materializados. A casa pode ser inflada e desinflada instantaneamente, fazendo alusão à transitoriedade dos desejos. Foi concebida originalmente para a cidade de Los Angeles.
 
Túnel do Tempo
 
Carlos Delfino Esfera em nylon emborrachado com 9 metros de diâmetro sugere um portal de entrada ao túnel do tempo através de jogo óptico. Carlos Delfino também colaborou com a execução e supervisão das obras infláveis da exposição
 
Ovo - Edith Derdyk
 
Forma instável, sem arestas, branco, leitoso e opaco. O ponto de equilíbrio desta forma será dado por uma condição passageira, determinado por uma linha de plástico branco com metros de extensão, costurada com cordão preto. De um lado um volume branco contrapõe-se com a linha preta, gerando a sensação de quase desabar.
 
O Inflável - uma Nova Escultura - João Grijó.
 
Para o artista, o escultor Brancusi alcançou a síntese máximaI da tradição figurativa na escultura ocidental: o círculo ,a elipse, a oval. Contrapor estas formas à transparência, flexibilidade e transitoriedade plástica que caracteriza o inflável, num movimento que se desenvolve de dentro para fora, do cheio para o vazio, do opaco para o transparente.
 
Arte - Liliana Ribeiro
 
A artista, natural de São Paulo e radicada no Rio de Janeiro exibe o inflável formado por letras que compõem a palavra ARTE , num jogo lúdico e metafórico que enfatiza a essência do elemento ar para sobrevivência também da arte.
 
Coluna - Nelson Félix
 
A coluna é, por definição, um elemento estrutural de construção arquitetônica. Viabiliza sustenção a "levitação" das superfícies horizontais, proporcionando a ampliação dos vãos e dos espaços vazios. A peça subverte esta noção apresentando uma coluna inflada de ar, leve, vermelha e vazada, contrapondo-se à rigidez de um elemento suspenso de mármore.
 
Working Now - Risa Sato
 
A natureza das relações humanas está fortemente referenciada nas instalações e performances da jovem artista japonesa, Risa Sato. Por meio da construção de um enorme boneco inflável, uma estranha mistura de personagem de manga e boneco Kewpie, Sato comenta sobre o desejo do mundo adulto pela inocência e a regressão.
 
Tropeços em Paradoxos - Série Ar - Suzana Queiroga
 
O conjunto determina um ambiente que remete à arquitetura e à questão urbana. De formato retangular, evoca as superfícies visíveis demarcadoras dos limites entre os espaços. Orifícios vazam ordenadamente retângulos, rígidas "grades" urbanas. Assim, o trabalho se baseia na ordenação dos vazados das peças, em seus espaços negativos.
 
 
Rosa e Glim - Vera Barros e Carlos Barmak
 
Criando momentos de suspensão e pausa, a dupla de artistas apresenta um túnel cor de rosa, inflável, com 18 metros de extensão propondo um corte no tempo e o ser/ objeto delineado por uma frágil membrana que separa o ar do ar, mesmo elemento que o sustenta.
 
IXILUM - Arquitetos do Ar
 
O inglês Alan Parkison, diretor artístico do grupo de arquitetura que tem levado surpreendentes estruturas a diversos países, traz ao Brasil a instalação "Ixilum". A obra é uma catedral de luz-arte de efeitos sensoriais e visuais inesperados, composto por paisagens de colunas coloridas, cúpulas e passagens luminosas.
 
Inflável Bolhódromo
 
João Grijo Espaço polivalente, tenda inflável. Projeção de imagens gravadas sobre a obra Glu-Glu de Amélia Toledo; trilha sonora de João Zílio; desenho do inflável de João Grijó.
 
Dots Obsession
 
Yayoi Kusama A obscessão por pontos repetidos à exautão em telas, objetos, e instalações, presentes na obra de Yayoi Kusama, desde os anos 60, são tentativas de sublimar alucinações que perseguem a artista desde a adolescência. O comportamento compulsivo por trás de seus trabalhos refere-se à sociedade de consumo: "é como beber incessantamente milhares de xícaras de café, servidas por uma cafeteira automática. Continuarei a desejar e, ao mesmo tempo, escapar de todo o tipo de sentimentos e visões, até o fim de meus dias". Importante artista contemporânea japonesa, apresenta-nos uma instalação onde pontos em escala aumentada dividem o espaço com um grande inflável.
 
Smiles "Ghost" - Isuru Kasahara
 
Abordando a temática do riso, de diferentes formas, o artista japonês vem produzindo trabalhos utilizando suportes tanto bidimensionais, como tridimensionais, além de vídeos e instalações. A obra consiste de infláveis, com a configuração humana, onde estão estampados – em um lado da face um sorriso contido, e no outro um sorriso entusiasta. Há vários tipos de sorrisos e de risos, cada um deles resguardando seu significado próprio – o sorriso cordial, o riso humorístico, o sorriso irônico, etc
 
Três Elementos - Leda Catunda
 
A obra que Leda apresenta neste evento é uma continuação da linguagem desenvolvida por ela nos últimos anos. Suas imagens são uma contraposição de duplos na superfície: impresso e não impresso, cor e não cor, brilhante e fosco, transparente e opaco. Ao mesmo tempo suas pinturas constróem a possibilidade de uma pintura mole. Suas pinturas são meio pinturas meio objetos. São pinturas que se pode pegar e que mesmo assim representam imagens ilusionistas como paisagens e retratos.
 
Três Anticolunas - Paulo Paes
 
A pesquisa que o artista desenvolve com infláveis, desde 1989, insere-se numa estratégia de abordagem do espaço a partir de um raciocínio construtivo. A utilização do "ar" como elemento estrutural subverte e radicaliza algumas noções empíricas do mundo físico favorecendo a criação de um espaço neutro como uma tela ou um palco. A permeabilidade entre os espaços internos e externos nas obras – com o recurso da transparência – proporciona uma ambigüidade entre visualidade e corpo físico.
 
Fusca de Ponta Cabeça - Sérgio Romagnolo
 
Para o artista, que criou esta peça especialmente para o evento, a idéia de se representar um fusca em plástico inflável se relaciona com o conceito de oco e vazio na escultura. O objetos ocos e continentes são uma constante na nossa sociedade, tanto pelo barateamento dos custos de produção quanto pela facilidade de transporte e armazenamento. O fusca contém elementos nostálgicos para todos que viveram nos últimos 50 anos no Brasil.
 
s/ título - Sonia Guggisberg
 
A artista apresenta uma instalação de bolas infláveis em contraste com tubos flexíveis em aço inox. Linha, superfície e volume, juntos formam uma grande instalação. Guggisberg iniciou a sua trajetória de trabalho com peças cuja estrutura é dada pela dobra de materiais flexíveis. A matéria torna-se superfície. A linha ganha corpo, planos maleáveis, monocromia, gestos espontâneos e aleatórios. Focada na estruturação de um corpo , essa construção é baseada na instabilidade e na fragilidade. As estruturas criadas pela artista surgem de um gesto, de um momento em que o material manipulado é "congelado" temporariamente.
 
BOLAS-BOLHAS - Amélia Toledo
 
Demarcação de um território circular, lúdico, no qual uma centena destas bolas-bolhas de plástico transparente cheias de água e líquido tensoativo, são disponibilizadas para o manuseio do espectador. Instalação interativa recriada a partir da obra realizada em 1968.
 
SILVER CLOUDS
 
Andy Warhol Produzida em 1966 em parceria com os Laboratórios Bell, a obra ‘Nuvens de Prata’ do artista norte americano, consiste de "nuvens" que parecem travesseiros, feitas de balões inflados com gás hélio. A obra é uma escultura flutuante muito singular, que funciona como uma resposta sutil aos movimentos dos visitantes e cria vários padrões no ar. Cerca de 800 peças estarão suspensas no espaço, proporcionando aos visitantes a sensação de que estão entre as nuvens.
 
A ONÇAPÉIA - Chica Granchi
 
Dirigido ao público infantil, é um personagem de um trabalho que artista desenvolve desde 1966. Assumiu várias formas nas diferentes situações em que foi recriado. Agora, apresenta-se em dois suportes distintos: pintada na parede e através de um inflável tridimensional que lembra sua "cauda", pela qual a artista interage com as crianças.
 
O Aerólito - Arthur Lescher
 
A primeira versão desta peça foi exibida em 1987, na 17ª Bienal Internacional de São Paulo. Uma das duas formas gêmeas elípticas flutuava no exterior do prédio da Fundação, enquanto a outra estava fixada no seu interior. Desta vez, sem gás hélio e sem o seu análogo rígido, o aerólito preto inflado repousa no interior de um espaço prestes a ser reconstruído, continuando a estabelecer contradições entre a sua aerodinâmica e a imobilidade.
 
s/ título, 1992 - Barrão
 
O impulso de sua orba nasce da vontade perversa de infância de desmontar brinquedos para descobrir sua estrutura interna. Ancorado na reminiscência de infância e na pulsão inventora da arte, Barrão indica com lucidez que o mundo da ciência aplicada é muito mais fantasioso do que imaginamos. Sua atitude recupera a visão de que os aparelhos domésticos que povoam nosso cotidiano fazem de nossas casas um verdadeiro parque de diversão.
 
The Joke - Choi Jeong Hwa
 
Choi Jeong Hwa lança mão de um espector variado de meios em seu trabalho. Inspirado no caos dos mercados de rua coreanos, seu trabalho questiona as tentativas dos museus de preservar a arte em um mundo em contínua mudança e decadência. 'The Joke' (a brincadeira) tem a forma de uma coroa dourada, que significa boa sorte e contribui com uma expressão visual de abundância e felicidade para esta mostra. Sob outra perspectiva, a coroa é símbolo forte de autoridade, há tempos. O artista dá um sentido irônico a isto.
 
Bolha – Escultura Móbile - Marcelo
 
Nitsche O artista apresenta uma peça pioneira utilizando o inflável; que para ele corresponde ao abandono do referencial e a sondagem interativa de seus espaços externo e interno. Nitsche sondou a fundo este meio, criando uma série de peças monumentais, bolhas, birutas, móbiles, roupas e intervenções. Sua primeira bolha foi destruída pelo exército em 1968 quando participaria da Bienal de Paris em 1969, que agora, foi refeita recentemente para a Mostra.
 
Dog=10m3 Air by Day - Oscar Satio Oiwa
 
Artista natural de São Paulo e radicado no Japão. A peça consiste em um balão de 2.50m de diâmetro, preso a um tubo que saida boca de um pequeno cachorro, criando a sensação de que o balão foi inflado pela respiração do animal. O título se refere a capacidade de um balão de 10m3, que é a quantidade de ar que um cachorro necessita por dia. O trabalho propõe assim, tornar visível o ar vital que nós habitualmente não percebemos. Desta forma, invoca a pensar sobre prioridades que não consideramos no cotidiano.
 
Procurando Têtas no Umbigo de Arp - HiltonBerredo.
 
As formas orgânicas e a flexibilidade dos materiais são uma tônica no trabalho do artista, desde os anos 80. Nesta mostra apresenta uma peça gigante, vermelha, que "flutua", criada especialmente para o evento.
 


PRODUTOS E APLICAÇÕES
COBERTURAS E GALPÕES INDUSTRIAIS
• Galpões para armazenagem
• Armazém inflável portátil
• Coberturas e Galpões para indústria
• Coberturas e Galpões para armazenagem
• Soluções para a construção naval, aeroespacial, mineração e petrolífera
• Silo inflável com controle térmico
• Estruturas de armazenamento a granel
• Cobertura inflável temporária para logística
• Construções infláveis para escritórios
• Cobertura para canteiro de obras
• Lojas portáteis
• Coberturas para estacionamento
• Salas de exposição portátil
• Espaços de conveniência inflável
• Coberturas infláveis de pistas em ginásio
• Coberturas para quadras de futebol
• Coberturas quadras de tênis
• Cobertura para piscinas
• Cobertura para quadras de basquete
• Coberturas escolas ou clubes
• Salas de aula infláveis e portáteis
• Estruturas itinerantes para ministrar cursos
• Sala de cinema itinerante
• Salas infláveis para teatro itinerante
• Sala Inflável para Work shopping
• Hangares temporários para abrigo de aeronaves
• Edifícios armazenagem de carga
• Edifícios de armazenamento, dos
• Coberturas para terminais portuários
• Edifícios infláveis temporário para aeroportos
• Coberturas para Tanque químico
• Coberturas para tanque de água
• Coberturas para tampas de esgoto
• Coberturas para estruturas de saneamento
• Silos infláveis para soluções Agrícolas
• Silos infláveis para pecuária de habitação,
• Silos infláveis para alimentação e armazenamento de grãos,
• Silos infláveis para armazenagem de feno, instalações pecuárias, secadores temporários
• Silos infláveis para agropecuária
• Coberturas para eventos
• Estruturas infláveis para festas ou festivais
• Cobertura para atendimento de saúde
• Coberturas hospitalares
• Soluções infláveis para extensão residencial
• Edifícios de abrigo temporário
• Cobertura inflável para edifícios recreativos,
• Soluções de emergência
• Cobertura inflável para primeiros socorros
• Cobertura inflável para emergência e acidentes climáticos
• Edifícios militares portáteis
• Soluções infláveis para marinha
• Hangar naval temporário
• Hangares para manutenção de iates
• Construção inflável portátil para eventos
• Receptivo inflável para eventos ou festas,
• Eventos desportivos, eventos empresariais etc.
• Projetos Personalizados com design diferenciado
• Estruturas infláveis que abriga eventos ou campanhas publicitárias.
• Coberturas infláveis para estádio,
• Coberturas infláveis para estação ferroviária, metroviária ou terminais rodoviários
• Coberturas infláveis para arquibancada
• Coberturas infláveis para eventos de moda
• Coberturas infláveis para shows
• Coberturas para estruturas de descontaminação
• Coberturas infláveis para estúdios de cinema temporário
• Cobertura para obra de construção civil
• Cobertura inflável para cabines sanitárias
• Edifícios portuários temporários,
• Soluções infláveis para aviação
• Galpões de Lona para logística
• Galpões para estocagem
INFLÁVEIS PROMOCIONAIS
• Infláveis para ambientes internos e externos
• Bola-show para eventos
• Blimp com gás Helio
• Blimp móbile com ar
• Fantasias infláveis em formatos diversos
• Stands infláveis para feiras, eventos e convenções
• Roof top iluminado internamente
• Painel inflável retangular ou recortado
• Totens com diferentes alturas
• Tenda inflável em oito modelos
• Túneis em nylon ou lona
• Pergolado em diversos tamanhos e modelos
• Pórticos
• Replica de personagem
• Quiosque
• Réplica de embalagens e produtos diversos
• Réplicas de peças técnicas
• Zeppelin com ou sem iluminação
• Coberturas para shows, eventos ou promoções
• Objetos infláveis com design
• Telas de cinema inflável
• Infláveis e pecas para cenografia
• Formas especiais customizadas
• Infláveis flutuantes para eventos marítimos

copyright © 2018  Infla Com. Conf. Ltda        |          privacidade          |          todos os direitos reservados          |          contato          |          tel.: 55 11 22551274



----------------------------------